26 abril 2009

Hoje você vai ver um biscoito da sorte que você nunca viu antes.

Eu acreditava em sorte pelo simples motivo de nunca ter sido assaltada. Até que aconteceu uma vez, então parei de acreditar na bendita senhora sorte. E quando aconteceu a segunda vez, fiquei pensando que eu era a pessoa mais azarada do mundo; até eu entrar no meu e-mail e ver que havia sido selecionada para o tudo de blog da capricho. Beleza, a sorte ainda tava comigo (ou pelo menos não havia ido embora por completo). Ok, estava sem celular, mas pelo menos estava participando do tudo de blog. Passado algum tempo deixei a minha sorte no espaço neutro já que a minha vida estava normal. (In)felizmente, um dia, meu pai descobriu uma mentira minha e me deu um baita de um esporro, me colocou de castigo e me proibiu de ir pra uma super festa. Oi azar, você por aqui de novo? Então resolvi passar na lan house, já que eu não ia poder sair, e.. Supresa! Meu texto havia sido um dos escolhidos pra ir para a Capricho. Olha a sorte aí de novo, minha gente! Porém, como a vida não é justa (ou será que é?) perdi uma prova super importante semanas depois,e eu havia dedicado minhas férias inteirinhas estudando para a mesma. Azar maroto, voltou pra mim, né? Então... Aconteceu! Ganhei meu celular novo com uma mega memória e ainda por cima consegui juntar dinheiro (trabalhar vale a pena, galera) e comprar um computador pra mim! Meu primeiro computador (descente), e que EU paguei. Fiquei me sentindo a mulher maravilha, ou melhor, a mulher sortuda. Ok. Não sei se isso tudo é sorte, azar, ou simples ações da vida. Só sei que eu me sinto a pessoa mais sortuda do mundo, e não só por essas coisas, mas também pela minha família, meus amigos, meu emprego, meu colégio, tudo.. Mas se eu começar a falar da minha sorte por esse lado, outro tópico seria necessário, então, encerro este por aqui!

11 comentários:

Yasmin disse...

sorte, azar, são os altos e baixos da vida mesmo, nas horas certas, eles veem mesmo que o tal contrário da sorte, atrapalhe, mas sem ele não saberíamos como é bom ter sorte! :)

http://yas.carly.zip.net/

narinha. disse...

Essas coisas aconteceram pra fazer voc~e mais forte, pode ter certeza! E é muito bom ter as coisas assim com nossos esforçoes né? *-*
boa semana pra você :*

Beatriz disse...

na minha opinião não são sortes, são merecimentos :s se você fez um bom texto, merece aparecer na capricho, se mentiu pro seu pai, merece esporro e castigo. tu escreve bem, amei :*

Yaas disse...

aaah, essa sorte marota que fica indo e vindo. O bom é que quando ela volta, a gente sempre se surpreende!
heey, que texto seu foi escolhido pra ir pra capricho?
beeeijos :*

Aléxsia disse...

Não chamo exatamente de sorte, mas tenho dias em que TUDO da certo, bem que eles podiam acontecer mais vezes.
:*

Michelle Ribeiro disse...

Nem sorte, nem azar...a palavra certa é vida!

beijos

Sofiia disse...

te adicionei na minha lista de blogs, êeee!
o.o [/medodemim
*
sorte pra você.

Indira Lima e Raissa Figueirôa disse...

Gostei muito do teu texto!
Você escreve muito bem!
Acho engraçada esta relação entre a sorte e o azar.Parece que existe uma dependência.Não existe sorte sem azar,nem azar sem sorte.
Ah,esta é a minha primeira visita ao teu blog.E com certeza não será a última!:D

:*


Indira

Natie disse...

Q lindo post! :)
Eu tenhu dias q axu q foram tirados pras coisas boas e outros q nao acredito como tanta coisa pode ficar tão fora de ordem...
Bjsss...

Lary Gerheim *-* disse...

Também sempre acontece isso comigo, mas como diz no final do seu texto, me sinto a pessoa mais sortuda apenas de ter a melhor família, os melhores amigos e tal. E acho que azar nenhum poderá tirar isso de mim.
Beijos!

Thali Launé disse...

É verdade mesmo,, essas coisas acontecem com todos! Eu não acredito muito em sorte,, acho que são coisas que tinham que acontecer.. não que estejam escritas ou predestinadas, mas tudo na vida tem um sentido! Para toda ação áh uma reação.. é assim que eu penso!