26 agosto 2009

Close your eyes and make believe.

Já estava quase na hora, ela sabia disso, ela sentia isso. Não havia pregado os olhos desde a noite anterior, tamanha era a sua ansiedade. 5 anos haviam se passado desde o começo dessa jornada interminável em busca de um doce sonho, e hoje finalmente ela chegaria ao fim - para uma nova vida de sonhos ser iniciada. Ela estava perdida em seus pensamentos enquanto mirava o teto a espera do aviso do despertador. Então, ele tocou. 6 horas da manhã, hora de ir rumo ao seu destino, rumo ao seu mais esperado desejo! Se levantou devagar, encaixou nos pés as suas pantufas de patinho, absorvendo todas as idéias daquele momento, e tentando associar o que estava pra acontecer com a realidade de uma nova vida. Foi ao banheiro, e devagar, foi tirando peça por peça, tomou uma ducha gelada, aproveitando o máximo, já que sabia que para onde ia provavelmente não teria mais essa necessidade de matar o calor. Enquanto as gotas d'água tocavam o seu corpo, ela se perdeu em pensamentos novamente, e ao despertar percebeu que estava atrasada e que tinha que correr. Saindo do banho, porém, se deparou com seu reflexo no espelho, e sorriu. Então, começou a fazer caretas, e ria de si mesma; era incrível, desde pequena ela tinha essa mania. Quando terminou de "brincar", foi correndo para o quarto e ficou admirando a roupa que se encontrava em cima da cama, uma calça jeans meio apertada, e uma blusa do Brasil. Teria orgulho de pisar no aeroporto de Londres com aquela roupa! Então, se arrumou, conferiu todas as malas, e recolheu tudo que faltava, colocando dentro da mochila colorida que havia ganho ainda quando estudava - de certas coisas não conseguimos nos desapegar - e se dirigiu até porta do apartamento. Fitou a sua casa, tudo igualzinho desde que se mudará para lá. Sabia que não voltaria a vê-lo novamente, e isso lhe dava uma certa agonia, porque afinal, havia construido uma história ali dentro, porém sabia que se ficasse pensando muito nisso, choraria, e não queria fazer isso, pois aquele dia era um dia de felicidade total. Colocou, então, as malas no elevador. Voltou para fechar a porta de casa, e com a mão na maçaneta deu uma última olhada em seu lar, aquele lar em que ela viveu tantos momentos bons e também ruins, aquele lugar aonde ela viveu uma vida, aonde fez a sua história. 'Vou sentir saudades. Sei que você também. Mas a gente sobrevive! Espere que a próxima pessoa que more aqui, seja tão feliz como eu fui' E sorrindo, trancou a porta e entrou no elevador; e quando fez isso, sabia que uma nova história estava para começar.

9 comentários:

Jeniffer Yara disse...

Nossa que história legal...é o começo?!Por que fiquei curiosa,tipo ela tá indo viajar e pra Londres e tal...Ain espero ter uma continuação...rs tipo o por quê dela tá viajando e tal...O começo foi tão bom,que aguardo um fim...*.*Rs
E tipo viajar é sempre bom,ainda mais para lugares que a gente sempre sonhou ir...É uma realização que nos faz ficar tão feliz que nem sabemos dizer o quanto feliz estamos fazendo tudo aquilo,claro que tem a parte de se despedir daquele lugar que fez parte de nossa vida,e que já nos acostumamos á viver,além das lembranças também,mas mudar e renovar é sempre bom!*.*

Bjs

mente inconstante disse...

Caramba, li inteirinha!
Amei! Serio! Não sei se pq viajei recentemente... mas vc descreveu justamente o que eu senti, não quando eu saí de casa, mas quando tive que me despedir do apartamento que fiquei por 17 dias de ferias!
Serio, me emocionei!
Simplesmente PERFEITO!

:O

Letícia disse...

*-------* lindo , parece que aconteceu com agente :D parabéns , bjs*

isabella M. disse...

que lindaaa *-* , meu sonho é ir pra Londres.. começar uma nova vida.. vc escreveu exatamente como um dia eu imaginei que seria. rs *-*

pequena disse...

Oi amiga fofa rsss
to passando pra deixar um bjim e dizer que andei sumidinha pq tava dodoi mas to de volta rss

xerim

Marie disse...

NOssa!!!! Não consegui parar de ler. Muito bom!!!
Obrigada pela visita!!!
Beijosss

Narinha. disse...

MeuDeus, Londres, eu quero também!

Já sonhei com algo assim, mas eu iria morar no Rio de Janeiro! Claro, que se for pra sonhar, deveria ser pra mais longe, mas esse é o meu sonho, eu quero morar lá, deixar esse lugar aqui, mesmo sentindo falta.

Lindo texto, bjs (:

E.Suruba disse...

vai ter continuação!?
escreve bem!

Mariana Feijó disse...

muito bom mesmo, bruna!
esse livro vai dar certo ;)
nova vida, novos rumos, novas pessoas
isso vai ser bom para continuar a historia! momentos romanticos e lembranças do passado que irão aparecer do nada tbm vai ser bom HAHA

beijos!