19 novembro 2009

Ele e ele.

Desde que eu vi uma cantora declarando que o filho dela não seria gay, pois teria uma boa educação, percebi que por mais que estejamos no século XXI, a mente das pessoas ainda se encontra lá com os dinossauros. Mas, recentemente vi uma reportagem sobre um novo personagem de Maurício de Souza (o pai da Turma da Mônica) que é gay! O choque da informação me deixou um pouco confusa sobre a minha opinião: será que isso é bom, pois saber que uma pessoa conhecida internacionalmente, e que tem tanta influencia sobre os jovens, como o Maurício com seus quadrinhos, aceite o que tanta gente despreza e maltrata, ou será que é ruim já que poderia influenciar a cabeça das criancinhas que achariam aquilo normal demais? No final, acho que pesou mais o lado de que esse personagem novo é bom pra sociedade. E como eu tenho amigos homossexuais assumidos, sei o preconceito que eles sofrem por amar alguém do mesmo sexo, e acho isso 'out' já que consideramos justas todas as formas de amor.

"Ana Clara Magalhães. diz: Sei lá, vai que as crianças acham normal. Ai meu irmão fica sem cocotinha pq elas acham legal bjr mulher AHUEAUEHUAHUI"

7 comentários:

Erica Ferro disse...

É uma questão complicada essa.
Porque vários levantam suas hipóteses, mas só quem é homossexual deve saber o porque de ser assim, de ter gostos assim.
Eu, definitivamente, não acho que seja uma má influência ter em nosso convívio uma pessoa homossexual. Não é uma falta de respeito, uma falta de vergonha ser homossexual, sabe?
Falta de respeito é desrespeitar o outro, é ferir, é machucar, é ser cruel.
Mas isso? Bem, isso não é nada comparado a tantas 'bizarrices' que há no mundo.
O que devemos fazer, em todos os casos, é sermos honestos conosco e com os outros.
Um beijo, Buba.

P.s: Tô melhor porque a pessoa me visitou. A pessoa do poema lá. ;)

' Yasmin disse...

É difícil, mas o quadrinho que ele fez com este personagem é voltado para a turma jovem, quase adultos. As pessoas se dizem liberais e sem preconceitos quando não é com elas, mas muitas pessoas que dizem isso quando sabem de casos na família, com filhos, acham um absurdo, é vergonhoso mas até que o mundo está melhorando neste quesito, a passos de tartaruga é verdade mas está.

http://yas.carly.zip.net/

gabriela m. disse...

é complicado de qualquer forma.
sempre vai ter quem ache bom para a sociedade, como vai ter quem ache isso ruim.

Yaas disse...

Acho a sexualidade um tema pra lá de complicado. Apesar de eu não ter nenhum problema com pessoas homosexuais, também não acho correto. Acho que cada um tem sua opnião, e que as pessoas deveriam respeitar as outras opniões.

Bill Falcão disse...

É, muita gente ainda tá no tempo dos dinossauros, sem dúvida.
E vamos tomar um café, OK?
Bjooooo!!!!

♥Anny♥ disse...

Homossexualismo, sempre foi e sempre será um tabu...Não importa o quanto digam que é mentira, por que não é...
Acho que de um em um se formam milhares, a consciência começa de cada um...Vamos ajudar para conseguirmos uma sociedade mais igualitária, por que preconceito não é nada legal!

Cíntia Mara disse...

Essa é uma questão delicada... Não acho que a homossexualidade possa ser evitada apenas com a educação em casa, pois há muitos fatores externos que influenciam. Mas também não consigo encarar como normal, se Deus criou o homem e a mulher para constituirem família. Tem coisas que não deveriam mudar, independente do século em que estamos. A Bíblia condena a homossexualidade e por isso não posso concordar com ela, não é natural.

O difícil é separar a 'ação' da 'pessoa'. Não concordo com a opção homossexual e acho que eles estão biblicamente errados. Mas quanto à pessoa, repito as palavras de Jesus: aquele que não tem pecado que atire a primeira pedra. Eles devem ser respeitados como pessoas, assim como eu quero ser respeitada, apesar de minhas falhas.

Bom... melhor eu parar por aqui, porque sei que esse assunto rende. Já acompanho o seu blog há algum tempo, mas acho que nunca comentei. Pena que meu primeiro comentário tenha sido justamente em um tema polêmico, rsrs.

Bjs