17 maio 2010

Abandono essas lembranças ruins.

Acordei ofegante. Olhei a minha volta, meio atordoada. Meu quarto? Demorei um tempo para perceber aonde é que eu estava. É, eu estava de volta ao meu porto seguro. Então, aquilo tudo havia sido um pesadelo? Que alívio! Fechei os olhos, coloquei uma mão no peito e fiquei inspirando e expirando devagar, tentando fazer com que a minha respiração voltasse ao normal. A única coisa em que eu conseguia pensar, naquele momento, era que quando eu chegasse ao colégio, eu ainda ganharia o seu abraço apertado de sempre. Sorri e respirei aliviada. Só que, em segundos, percebi uma coisa: eu não estava preocupada com o fato de ter sido enganada por você - alguém que eu tanto considero -, mas, sim, preocupada de nunca mais ganhar o seu abraço protetor, - tão meu -, que eu faço questão de receber todos os dias. Só me faltava essa: você se tornou essencial pra mim. Ah, mas não ia ficar assim não, você ia ver só uma coisa! Ia levar uns belos socos, e dessa vez seriam para machucar. Ajeitei meu travesseiro e me deitei. Vou deixar você marcado, todo roxo e de olho inchado... Vamos ver se assim você aprende a não ficar atrapalhando o sono dos outros. Porém, durante o planejamento do ataque, eu acabei adormecendo, mas dessa vez, eu sonhei.

22 comentários:

Luiza disse...

ai como faz falta certo abraço. as vezes dá vontade de bater em certas pessoas, ainda mais quando elas nos tiram o sono, nos levam os sonhos, ou atrapalham nossos momentos de paz. beijos flor, adoro vir aqui.

Priscila Rôde disse...

E na melhor parte do sonho, a vida sempre acorda. Sonha acordada mesmo.

Barbara Salvan disse...

Muito boa a postagem...
Eu consigo viajar e sentir o que você escreve!
Ameeei, estou sempre aqui!

dianaBruna disse...

Coração apaixonado é bobo... Pede abraço quando não deve, faz birra e não nos ouve...

brunela disse...

que texto lindo... to adorando ler o que você escreve :)
xx

Erica Vittorazzi disse...

Eu sempre acordo no meio dos meus pesadelos, ainda bem... amo meu inconsciente por isto. Ele me protege!!

Agora quero saber o sonho!!

Tania Girl disse...

Que post lindo, Buba!!!
Amei, amei...
As vezes algumas pessoas entram em nossa vida e se tornam esseciais né?? você mostrou isso tão bem em seu post!! Amei.
bjos

Meovicio ♥ disse...

Fiquei curiosa pra saber do sonho, nos conta Buba *--*

Mandy disse...

Selinho pra você no meu blog ;D depois passo pra ler com calma.
Beijos
Mandy

''Tay' disse...

As vezes um abraço faz toda a diferença. Fiquei curiosa para saber do sonho *-*
P.S. quase que você mata do coração seus leitores no post anterior Ç.Ç //fikei preocupada com você.

bjus =*

Bill Falcão disse...

Hehehe! Você me pegou direitinho, Buba!
Bjoo!!

Hosana Lemos disse...

tem gente que nem pede licença e já vem se instalando em nossos sonhos...
o alívio ou não geralmente vem quando abrimos os olhos!
^^

lindo

Marina Cardoso disse...

te achei no #tudodeblog ,
fiz uma entrevista com Fernanda Milani (Produtora da Capricho) espero que goste, é só entrar no Óbvio e Atual!
beijão ;*

Cris Souza disse...

Pesadelos, sonhos, pessoas. Há uma familiaridade nisso tudo. A mesma coisa, só que em formas diferentes.

Hadassah disse...

Ainda bem!! Sorte Sua!!!

Erica Ferro disse...

Esses sonhos são agoniantes, hein?
Pura loucura.

Ellen Damaris disse...

como eu sinto falta dos meus amigos que compartilhava meus abraços todos dias no colégio e os bom dias que eu recebia !
é vs agora conta que aquilo era um sonho ainn --' queee raiva eu fiquei preocupadada atoa?
adoreeei aqui viu?
beeeijos

Ellen Damaris disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Vicky D. disse...

Que bom que foi só um pesadelo!
menina, quase me matou de susto! ^-^
bjão e bom fim de semana =^.^=

May disse...

Às vezes a realidade é melhor do que o sonho, o pesadelo.

Luiza disse...

oi, voltei :P deixei lá no blog, selos pra você, beijos!
http://eraumavezaluh.blogspot.com/p/selos.html

Luiza disse...

Alívio quando não passa de pesadelo. Apenas um flash imediato de uma realidade paralela.
Os abraços ainda existirão, pois eles são só seus. Eternamente seus. Que sorte a sua!