13 maio 2010

E nesse tempo todo eu (não) pude ver.

Era noite, mas por algum motivo o terceiro ano inteiro estava reunido no pátio do colégio. Alguns alunos comiam e outros jogavam. Umas línguas afiadas fofocavam e poucos bons ouvidos simplesmente ignoravam. Eu estava, no meio daquela confusão, mais ausente do que presente; quando alguém parou na minha frente, e me fez voltar à realidade. De imediato não reconheci quem era ali parado, mas depois de uns segundo lembrei já te-lô visto em uma foto. Era um amigo seu. Eu o olhei e dei um pequeno sorriso, esperando para ver o que ele queria. Então, para a minha surpresa, o indivíduo que eu mal conhecia, começou a falar milhões de besteiras sobre mim. E para piorar, quando eu achei que havia acabado, o garoto disse "Foi ele quem me contou!", e em seguida saiu com um sorriso vitorioso estampado no rosto. Congelei. Como assim você havia dito todas aquelas coisas sobre mim? Era mentira, óbvio. Tinha que ser! Foi então que eu te vi descendo as escadas, e resolvi ir falar com você. Fiquei parada esperando você chegar ao fim da escada, e quando você estava próximo, eu não resisti e te abracei, pois era uma questão de tempo para ouvir da sua boca que aquilo tudo era mentira. Porém, para minha surpresa você não correspondeu ao meu abraço, e ainda por cima me afastou. O fitei pasma e vi em seus olhos um olhar que me fez sentir o mais desprezível dos seres. Eu abri a boca pra falar, mas antes que eu conseguisse expressar qualquer coisa, você começou a jorrar palavras para cima de mim. Eram palavras podres, nojentas, malvadas, mentirosas, desagradáveis, que chegavam aos meus ouvidos como lâminas bem afiadas. Em questão de segundos o volume da sua voz havia subido, e você não estava somente falando alto, mas, sim, gritando, e o colégio inteiro estava olhando. Quanto mais você gritava, mas eu me encolhia. O que diabos estava acontecendo?! O que eu tinha feito de mal pra você?! Sempre lhe quis bem. Porque você estava me tratando daquele jeito?! Eu estava tão perdida, quanto às pessoas que assistiam aquilo tudo de fora. Já estava ficando difícil de respirar, e as besteiras que você falava ficavam cada vez mais sem nexo e grosseiras. "Eu nunca gostei de você. Você é uma trouxa de não ter percebido que eu era falso. Sua amizade pra mim nunca foi nada. Você não é nada pra mim." Você falou. E foi a última coisa que eu ouvi, antes de tudo ficar escuro e eu perder a consciência.

18 comentários:

Larissa disse...

Tô DE cara até agora. Me tirou qualquer palavra que eu poderia proferir ao terminar de ler.
Acabei de ler um texto de outra blogueira falando sobre os textos dos blogs, que nem sempre eles demonstram a nossa realidade crua e nua, mas isso realmente aconteceu contigo? Putz, fiquei mal em perguntar, mas sei lá, acho que faria mais nexo pra mim :x

Se tiver mesmo acontecido contigo, espero que esteja bem :)
Beijos.

Luiza disse...

é horrível passar por situações como essa. caímos por terra e tudo que a gente acreditava vira pó, diante dos nossos olhos. pior ainda é ouvir de alguém que você gosta e confia, o que nos diminui e deixa inseguras.
o texto ficou muito bom, eu pude me sentir passando por isso, e odiando passar por isso também. se foi uma história real, meus pêsames, mas espero que isso te faça ter nojo da pessoa e desprezá-la a partir de agora,ou apenas ignorar. beijos

''Tay' disse...

Que situação horrivel Ç.Ç
espero que você esteja bem e consiga superar tudo isso.

bjus =*

Mandy disse...

Que ruim Buba :X Como ele pode ter sido tão grosso assim contigo!?! Ele é um idiota isso sim. Mas não liga, depois vc vai encontrar outros amigos muito melhores que ele, pode ter certeza.
Fica bem viu. :)
Beijoos
Mandy

Jeniffer Yara disse...

Deus do céu! O_o Isso aconteceu mesmo?! gente isso é uma #putafaltadesacanagem,como dizem no twitter!Que cara idiota pra ter feito o que fez,sabe,ele poderia ter pelo menos conversado á sós e ter falado tudo o que sentia!

Ahh fiquei na dúvida se iso foi verdade ou não! =X Me diz?!

Bjs!

dianaBruna disse...

Mas pq tudo isso?
Ser humano é uma desgraça mesmo. Sai do tudo de bom ao pior de tudo, sem nem ao menos se importar se passou por cima de alguém.
....

Barbara Salvan disse...

É muito, muito difícil quando você deposita sua confiança, seu amor, seu carinho em alguém. E essa pessoa não sabe o que é isso...
Você acaba perdendo o chão, pois achava que era depositando essas coisas na pessoa, você iria formar um alicerce pra viver em paz.
Mas infelismente, tem pessoas que não merecem nada... pelo simples fato de não saber dar valor ao que é realmente bom e feito de coração!

Muito lindo, e muito forte o texto...
Suas palavras são maravilhosas!
Mil beijos, estou sempre aqui!

Erica Ferro disse...

Tem que ter sido um pesadelo...

Meovicio ♥ disse...

História triste, mais de história vivemos, e se é ruim como essa, querida colega, então nos serve como lição de vida não é?

Obrigada pela sua visita, gostei de você! rs.
Beijinhos sáh *-*

Naru disse...

....wow?

Erica Vittorazzi disse...

Na época em que eu estava no colégio (nossa, não sou tão velha assim), os meninos me chamavam de metida, mas juro que é por causa do meu nariz arrebitado... nunca dei tanta importância, mas ficava louca de saber que alguém falou mal de mim pelas costas.
Agora lendo o seu texto, sabe que me veio a cabeça? Ai, obrigada por ter mais de 30 anos...

beijos

(espero que seja texto fictício)

Vicky D. disse...

O.O Nossa que horrível!Como alguém pode fazer isso com você?!
Fiquei até sem saber o que comentar...!

Mas, não aconteceu de verdade, né??

bjão =^.^=

Hadassah disse...

Nossa eu batia!! Que raiva, pessoas assim são, para mim, o escroto da sociedade.
já passei uma vez algo parecido,fiquei muito magoada. Mas depois de um tempo a pessoa se deu muito mal, todos os seus "amigos" se afastaram, e vieram para o meu grupo. Fiquei com um pouquinho de dó, mas ela precisava aprender. Nunca mais soube dessa pessoa, se mudou. Mas tenho certeza que ela nunca + se esqueceu de mim, e acho que vai pensar bem,antes de fazer isso com alguém.
bjs

brunela disse...

putz :/ que péssimo isso, tomara que você esteja bem. Pensa que se essa pessoa foi capaz disso não merecia sua amizade e muito menos seu sofrimento.
PS.: vi seu blog no site da Capricho e adorei! to seguindo. Se puder visitar o meu eu ia ficar superfeliz XX

Cristiane Melo disse...

liindo seu blog!
muito bom o texto! :*

Luiza disse...

Crueldade revoltante. As palavras cortam e ferem profundamente as vezes. Palavras ditas com a intenção de machucar, as vezes, doem mais do que um tapa, porque atingem a alma e não só o exterior, o corpo. Revoltei-me com tamanha injustiça

Ellen Damaris disse...

nossa que historia triste =/
se isso houve isso realmente espero que vs tenha superado viu ?
porque sempre quando agente acha que ta tudo perfeito agente leva uma desa?
mto perfeito aqaui
beeijos

Thatha disse...

Tem um selinho pra vc lá no blog