31 agosto 2010

Devolva meu travesseiro.

Acordar para ir ao colégio, às seis horas da manhã, era um sufoco, mas então você veio. A verdade é que não veio, mas sim, voltou. Para mim? Acho que não, puro desejo meu. Só sei que agora despertar cedo para estudar ganhou certa graça. O dia ganhou vida. Meu coração ganhou um ritmo de samba, mas daqueles sambas de carnaval bem altos e cheio de batuque. Tun tun tun tun tun. E assim vai, a manhã inteira. Às vezes tenho a sorte de já te encontrar na entrada. Às vezes não. Mas quando o encontro, meu coração se acalma, já fica feliz, meio que completo. Nunca totalmente. Não sei se isso é bom, porque depois a vontade de te ver no intervalo só aumenta, e o estômago começa a revirar, como se reclamasse, por não aguentar mais ouvir o meu coração gritar seu nome. Toca o sinal, e eu salto da cadeira, assim como o meu coração quase salta pela boca. Saio correndo como quem não quer nada. Entro na fila da cantina para disfarçar e te procuro. Não sei por que o faço, já que você sempre está naquele mesmo lugar. Esperando por mim? Talvez. E lá vou eu, falo com algumas pessoas, mando beijos, sorrisos, e corro ao seu encontro. Corro para os seus braços. E foi indo assim, durante algumas semanas. Intervalo, eu, você, conversas, risadas, abraços. Até que um dia não teve mais o abraço no final. Depois o silêncio foi tomando o espaço das conversas. Mais tarde as risadas foram perdendo o sentido. Foi então que chegou o dia em que nem você estava mais ali. Não mais para mim. Nesse dia, me perdi e desejei com todas as minhas forças não ter saído da cama.

17 comentários:

Erica Oliveira disse...

Ai, o amor!
Quantos estragos e confusões ele causa né?
E meio difícil lidar com isso, mas com o tempo as coisas melhoram. Parece difícil acreditar, mas é verdade.Eu sei bem que é ;)

Tania T. disse...

Ah.. tão triste... que pena, que nem tudo tem final feliz..rsrs'

Apesar do texto ser triste, amei ler suas palavras.. o texto é ótimo!!!

Beeijo

Natália disse...

Sacrificios para beneficios. beijo

BRUNA PRETA disse...

É difídil lhe dar com pessoas!
Nos decepcionamos a cada segundo!
Mas não podemos desanimar, há sempre o novo e o desconhecido nos sondando e nos esperando p/ novas alegrias... sermos felizes novamente, sempre e sempre!
Pois a felicidade não existe, oq existe são momentos felizes..
E a vida é cheia deles... logo essa tristeza passa... e sol vem correndo te convidar p/ brilhar juntinho com ele!
Se cuidaaaaaa!
E não me acorde tão cedoooo...tá?
Meu travesseiro tá bom demais da conta!
Bjoooooo

dianaBruna disse...

Que deprimente esse fim... Pode até se desejar nem ter saído da cama, mas deve-se lembrar que, apesar dos apesares ou do fim que se levou, as risadas foram belas e tiveram sentido no início, e só aí já é grande motivo para acordar...
Beijo

@juusep disse...

Alguns dias são assim... Dificeis... Tudo passa!

Erica Ferro disse...

Que agonia é essa de amar!

Beijo.

Jeniffer Yara disse...

Quando o final de uma história bonita acaba,acreditamos que nem deveríamos tê-la vivida,por que não teve o resultado que queríamos,que seria um final para sempre feliz,ou pelo menos por muito tempo felizes,rs
Mas se foi verdadeiro o sentimento,e se há lembranças boas do que aconteceu,acredito que tenha sido bom e valido á pena *.*

Linda e triste história!
Beijos.

Fernanda Ventorim disse...

Ilusão. Por que será que caímos tanto nisso hein? Não entendo, sério! Não podíamos dar tanto valor para um homem desse modo, eles não merecem.

Velyne disse...

Isso foi lindo, realmente lindo.

naquelaconversa disse...

Eu só queria que o final não tivesse sido assim. Estava tão gostosinho :/

Ariana disse...

Ah amor!
Cheio de surpresas e confusões!
Temos que tentar sempre não criar muitas expectativas pq se não o tombo é grande depois!


Lindo texto!

Bjos

Dryka Sales disse...

que lindo seu blog *-*

kilppz disse...

Meu Deus, BUBAAAAAA Eu amo muito seus posts, nossa. Estou passando por isso, desejando dormir até mais tarde... Fazer o que né? hahahaha ah, atualizei meu blog, voltei com ele, passa lá? beijão! ;*

Juliana Sphynx disse...

Bom início de semana!
=D

Vicky Doretto disse...

Dia dificil... mas sempre tem uns assim... o que não significa que não irá passar ^-^
BJão

Rebeca Postigo disse...

Às vezes não conseguimos conter os acontecimentos...
Adorei a leveza do texto...
Saudades daqui...

Bjs