10 setembro 2010

Não fique (longe), por favor!

Eu tenho medo de ficar desejando que o tempo passe rápido, para que assim eu não tenha mais que te ver todos os dias, e não tenha que ficar escondendo e guardando isso tudo que eu ando sentindo por você. Medo de ficar desejando que a vida nos separe. Você seguindo seu destino na América do Norte, e eu indo para a minha Europa, que tanto me espera. Talvez desejar o ser amado do outro lado do Globo Terrestre, seja uma atitude insana. Mas não é. Eu só não quero mais viver esse nosso momento, que é só meu, que só eu vivo. Que dói. Porque eu cansei de escrever essa nossa linda história de amor que não existe, mas que cisma de ficar surgindo na minha cabeça, sem veracidade alguma, sem autorização. Doce ilusão, saía de mim! Enquanto o calendário se nega em mudar correndo os meses, eu vou desejando para que apressem os ponteiros dos relógios. E, pensando bem, talvez seja melhor que a amizade não continue, por mais que isso seja egoista da minha parte. Que você simplesmente guarde lembranças boas da nossa amizade, da cumplicidade que nós tivemos no colégio, e nada mais. Espero que você não sinta saudades, pois assim não vai resolver me procurar em um dia qualquer, ou mandar um recado, ou quem sabe pior: me ligar. Não me ligue. Não posso ouvir a sua voz após tanto tempo longe de você, se não, você vai me fazer a pessoa mais feliz do mundo. Mas por pouco tempo. Porque depois eu vou lembrar de tudo que eu nunca te disse. Do meu amor. Do meu medo. Da minha insegurança. Da minha falta de coragem. Afinal, por mais que a gente nunca desse certo, como eu ansiava, eu pelo menos podia ter me arriscado, porque não se pode ter certezas sobre o sentimento, ainda mais quando é o de outra pessoa. E, então, a culpa vai me dominar por nunca ter deixado as palavras, que o meu coração tanto queria que o seu ouvisse, saíssem da minha boca: eu te amo. Antes eu tivesse contado, porque mesmo que em seguida eu ouvisse um “obrigado, mas você é minha amiga”, eu pelo menos teria tentado ser feliz com você.

16 comentários:

Mandy disse...

Carambaa, não sei se teria coragem de tomar uma decisão assim :X Talvez fosse egoismo mesmo, mas parece ser o mais certo a se fazer.
Achei lindo o texto. *---* adorei mesmo.
Beijão
Mandy

Pelo amor ou pela dor .. ! * disse...

que texto lindo, qnto sentimento.
achei mto lindo '

Heteronimos disse...

Amei teu espaço, sobretudo os textos,virei seguidora.

Se puder visite meu catntinho, tá com cheiro de novo!

Velyne disse...

Você escreve com tanta emoção Bub, se é que posso te chamar de Bub, haha.
Adoro como você escreve, parece real, é muito profundo.

Fernanda disse...

nossa que lindo,foi um dos textos mais lindos que eu li,me fez lembrar tanta coisa,foi um daqueles textos que a gente lê e pensa...conseguiram descrever o que eu sinto...

Gislaine Fernandes disse...

Muito lindo!!!
Passei por uma porção de coisas, vivi um amor, deixei de viver outro, escondi um amor, muitas vezes tive medo... arrependimento não sei se essa é a palavra só sei que muitas vezes me pergunto o porquê de não ter vivido aquele amor.
beijos

Jeniffer Yara disse...

Tem certeza que não quer contar de uma vez pra essa pessoa sobre seu sentimentos?!Ainda dá tempo!

Lindo sentimento esse,lindo texto,claro!

Beijos!

Ariana disse...

Que texto maravilhoso!

O medo de tentar e de errar é os piores medos, mais essa situação pelo menos serviu pra fazer você agir diferente da proxima mais , a te encorajar a arriscar mais!
Amei o texto!


Beijos

Fernanda Zampieri disse...

Arrisque-se, Buba!
não há nada pior do que o arrependimento de não ter feito!
Quem sabe essa pessoa também não esconde um sentimento por ti?
Adorei o texto, acho que todas já passamos por essa situação, que voce soube descrever tão bem!
Beijão

Rebeca Postigo disse...

Lindo!!! *-*

Bjs

Marcela disse...

Nossa, que lindo apesar de triste :/
Mas me fez imaginar o que passo também aqui. Muitas frases coincidiam com a minha vida >.<

bjs flor

Tania T. disse...

Uau!
Que lindooo... *-*

Fiquei sem palavras..rsrs'

Beeijo

Vicky Doretto disse...

Que texto lindo!
É mais um daqueles que você escreve e nos faz ficar pensando, né? *-*

*Boa sorte lá na promoção!rs

BJão

Natália disse...

Quando é platônico é horrivel. beijo e sorte.

BRUNA PRETA disse...

Oi Linda, li seu texto, mais uma vez.. sem comentários! Você é ótima!
E tente viu, melhor saber que errou por tentar, do que ver o tempo passar e se arrepender do que não fez!
Boa sorte moça!
Bjo e se cuida ;)

m frank. disse...

passei bem rápido pra dizer que to com tanta saudade daqui :/ o tempo acaba com a gente. flor, parabéns pelos dois anos de blog!

beijos