23 agosto 2011

À propósito, te agradeço.

Com você eu comecei a gostar de cerveja. Com você eu aprendi a conviver com o cheiro do cigarro. Com você eu parei de usar batom. Com você eu passei a achar a Lapa o lugar mais romântico do mundo. Com você eu perdi a vergonha. Com você eu fazia questão de entrar no msn. Com você eu não deixava o meu celular de lado de jeito nenhum. Com você eu comecei a gostar de assistir jogo de futebol no barzinho. Com você eu ganhei amigos maravilhosos. Com você eu passei a ser mais vaidosa. Porém, também foi com você que eu percebi que você não era o suficiente pra mim. Não para o amor. Eu preciso de mais. Alguém que realmente queira a mim e que me ame de verdade. Sem você eu voltei a me amar. (...) Mas, querido, obrigada, além de você ter me ensinado a ser mais forte e menos tola, me deu boas lembranças, que eu guardarei com carinho.


Tinha esquecido do perigo que é colocar o seu coração nas mãos do outro e dizer: Toma, faz dele o que quiser.

13 comentários:

Tânia T. disse...

Sabe, acho que o melhor disso tudo foi aprender a si amar... temos que nos valorizar, nos amar.. só assim as outras pessoas nos respeitarão.


Adorei o texto'

A citação do final é maravilhosa.. entregar o coração para alguém cuidar tem os seus riscos..

BjooO grande pra ti! =*

Juliana Stott disse...

É como você comentou no meu blog, Buba, estamos passando pela mesma situação. Você é uma das minhas blogueiras prediletas e eu adoro saber que não sou a única a passar por isso HAHAHAHAHA me fez ter uma nova visão do passado com o ex-namorado. Foram lembranças muito boas sim, que vou guardar com carinho, mas temos que aprender a nos valorizar. Curti muito, um dos seus posts que eu mais gostei, lindona. Digo o mesmo: se precisar de alguém pra conversar, estou aqui! Estamos juntas, ok? (:

Laís Pâmela disse...

Eu pensava que ele tinha me levado tudo, mas não, eu aprendi inúmeras coisas, e ele me mostrou coisas incríveis, então agradeço também.
Só não posso forçar ele a me amar, e não precisa, talvez meu amor próprio seja melhor do que o amor mesquinho que ele estava a me oferecer
-
Adorei seu texto, e claro a citação de Caio é perfeita.
Beijos.

isabella M. disse...

Absorver os aprendizados de uma relação, ajuda a conservar a parte bonita dela nas lembranças, para sempre. Isso é muito bom!

Bubu disse...

Isis Purificação disse:

"...Se a gente já soubesse como vai ser a viagem
Antes mesmo de comprar nossa passagem
A gente já virava pro outro lado e dormia (tão só)

Se a gente entendesse que há um ciclo no amor
Começa pela cura, mas termina com a dor
A nossa cama pra sempre estaria vazia..."

Visconde- 6h34

Obrigada pela visita e gostei do teu blog. :D
(24 de agosto de 2011 00:44)

Bubu disse...

Nina Chicletinho disse:

Eu aprendi tudo isso com a pessoa que amo, mais tambem vi que ela era pouco demais para mim...
(24 de agosto de 2011 07:24)

Di Ferrero Forever disse...

Adorei seu blog parabéns!
Estou seguindo, me segue também ?
Sempre que comentar lá no meu blog, eu venho comentar aqui :)

http://www.diferreroforever.blogspot.com/

Luna Sanchez disse...

O segredo é esse, reter o que houve de bom, guardar as lembranças leves.

Um beijo.

Jéssica Trabuco disse...

Mas o bacana é justamente isso, aprender de todas as situações.
Tirar coisas boas delas.

Cristiana Drumond disse...

faz parte da vida , viver uma paixao e der repente ela acaba , mas mesmo que nos faça sofrer , agente sai mais ganhando do que perdendo , o ensinamento que tiramos de tudo e ainda boas lembranças vem como bônus.
gostei daqui , seguindo :*
http://cafecomversosavulsos.blogspot.com

Ana Luiza Cabral disse...

Quando um amor se vai e quando ele pode nos deixar boas lembranças é sempre bom. Fica aprendizado e o maior deles é o amor a si mesmo.

Belo texto. Adorei seu blog, e voltarei mais vezes. Um beijo grande!

(retribuindo a visita)

C. disse...

Somos bem parecidas. Toda vez que venho aqui, acho isso.

O que importa é aprender o amor próprio e a amar as coisas pequenas.

Esse texto está maravilhoso!

Um beijo.

Rebeca Postigo disse...

Vivi algo parecido...
Existem pessoas que serão sempre nossos amigos...
Outras serão as pessoas que iremos amar...
É preciso compreender isso...
Belo texto!!!

Bjs