10 janeiro 2012

Vem, vam'bora.

Ela, então, sussurrou baixinho:

- Eu queria tanto que a gente desse certo...

Ele, apenas, estendeu a mão e segurou a dela.
Com força.

Seus dedos se entrelaçaram.

O menino sorriu, fazendo com que a menina sorrisse também.

E seguiram em frente. Sem rumo, mas juntos.


6 comentários:

lary disse...

Simple mas profundo,
gostei e me identifiquei
http://lary-di-lua.blogspot.com/
*-*

Laís Pâmela disse...

Lindo, lindo.
Tem momentos que não precisamos de nenhuma palavra,
Só de carinho e amor transbordando.

Beijo.

Jeniffer Yara disse...

Sem destino, sem rumo, mas juntos! É isso que importa <3

Achei lindo ><

Beijos

Rebeca Postigo disse...

Quando temos alguém do nosso lado...
Tudo fica mais fácil...

Bjs!!!

Ana Luiza Cabral disse...

Simples, mas tão doce como a ternura da sua escrita.

Clarinha disse...

Aaah, que lindo ! Me identifiquei

Bjs
http://maviealeatoire.blogspot.com/